highlighted:

A RASP é uma imersão de artistas durante um ano em repartições públicas, para construir processos e/ou objetos em colaboração com os funcionários desses espaços. RASP foi inspirada no programa PAIR – Public Artists in Residence, realizado em Nova York desde 2015, pelo New York City Department of Cultural Affairs. Em 2018, primeiro ano da RASP no estado do Rio de Janeiro, o Instituto República ofereceu duas bolsas para dois artistas – Tatiana Altberg e Cadu – desenvolverem seus trabalhos na Secretaria Estadual de Segurança Pública e na Secretaria Municipal de Educação, respectivamente.  

Realização: República.org
Curadora responsável: Luiza Mello (Automatica)

content:
afterContent: