Publicado em 22 de novembro de 2022

Autores como Itamar Vieira Jr. (funcionário do Incra) e Mariana Salomão Carrara (defensora pública) estão na programação do instituto no evento, realizado nesta semana em Paraty (RJ)

República.org ainda traz ao Brasil a francesa Annie Ernaux, vencedora do Prêmio Nobel, que se apresenta na Casa Folha

Autora de “O acontecimento”, Annie Ernaux lecionou em escola pública. Foto: Catherine Helie.

Com a missão de debater a importância dos governos e da valorização das pessoas no serviço público para o fortalecimento da democracia, a República.org apresenta na Feira Literária Internacional de Paraty (Flip) uma programação dedicada a escritores oriundos do setor público.

Aberta entre os dias 24 e 27 de novembro (quinta-feira a domingo), a Casa República.org na Flip tem curadoria da jornalista Daniela Pinheiro e promove, além de uma série de encontros temáticos, o pré-lançamento de duas publicações. 

O soteropolitano Itamar Vieira Jr. é agente público do Incra. Foto: Adenor Gondim.

Contemporâneos

Revelações da literatura brasileira, Itamar Vieira Jr. (fenômeno editorial no país com o premiado Torto arado), Mariana Salomão Carrara (finalista do Prêmio Jabuti em 2020 pelo romance Se deus me chamar não vou) e Paulliny Tort (vencedora do Prêmio APCA pelo livro de contos Erva brava) representam a criatividade por trás das repartições públicas. Vieira Junior é profissional público no Incra e especialista em comunidades quilombolas. Com experiência na área criminal, Carrara atua na defensoria pública. Já Tort, formada em jornalismo, é funcionária da EBC.

Defensora pública desde 2011, a paulistana Mariana Salomão Carrara foi finalista do Prêmio Jabuti. Foto: Divulgação.

Prêmio Nobel

Ex-professora de escola pública, autora de clássicos modernos como O acontecimento e vencedora do maior prêmio internacional de literatura, o Nobel, a francesa Annie Ernaux conversa com mais um importante expoente da atual geração literária no Brasil: Geovani Martins, ex-aluno da rede pública de ensino e autor de O sol na cabeça, obra lançada em diversos países e finalista do Prêmio Jabuti em 2019. 

Os escritores têm como palco a Casa Folha, em uma parceria da Folha de S.Paulo com a República.org.

De Bangu (RJ), Geovani Martins, que estudou em escola pública, teve seu “O sol na cabeça” editado em 10 países. Foto: Divulgação.

Reverenciados

Biógrafos de escritores-servidores também estão confirmados na Casa República.org. Jornalista e contista, Humberto Werneck fala sobre a obra de Carlos Drummond de Andrade — o poeta e cronista trabalhou por quatro décadas no setor público. A trajetória de João Cabral de Melo Neto (cuja carreira no Itamaraty durou 45 anos) é destacada por Ivan Marques, professor de literatura brasileira na USP. 

Werneck e Marques são recepcionados por Paulo Roberto Pires, professor da Escola de Comunicação da UFRJ e editor da revista Serrote.

O jornalista Humberto Werneck entrevistou Carlos Drummond de Andrade no apartamento do poeta (e servidor público) em 1985. Foto: Acervo pessoal.

Boa governança pública 

Editado pela República.org junto à Cobogó, o livro A construção de um Estado para o século XXI, do economista Francisco Gaetani e do cientista político Miguel Lago, é tema de uma mesa homônima de pré-lançamento, mediada por Alessandra Orofino (diretora executiva da ONG Nossas e conselheira da República.org). 

Com uma publicação inédita a ser editada pela República.org e a Companhia das Letras, Plínio Fraga (professor de reportagem na UFRJ) direciona a mesa Estado crítico, Estado criativo ao lado de Gaetani e da jornalista Larissa Guimarães.

Servidora especializada em contas públicas, a baiana Clara Marinho foi reconhecida pela ONU como uma das 100 afrodescendentes mais influentes do mundo. Foto: Divulgação.

Liberdade artística e questões tributárias

A Samambaia Filantropias leva duas provocações à Casa República.org: na quinta (24), uma mesa com o criminalista Pierpaolo Bottini (docente na Faculdade de Direito da USP), a atriz Manuela Llerena e o dramaturgo Pedro Kosovski chama atenção para as ameaças à liberdade de expressão no campo artístico.

Na sexta (25), os desdobramentos da reforma tributária são abordados pelo economista Rodrigo Orair (pesquisador licenciado do Ipea), o tributarista Luiz Gustavo Bichara (membro da comissão de juristas instituída pelo Senado Federal e o STF) e a administradora Clara Marinho (analista de planejamento e orçamento no Ministério da Economia e conselheira da República.org).

Para completar, a casa do instituto na Flip também é anfitriã do editor da revista Quatro Cinco Um, o jornalista e tradutor literário Paulo Werneck.

Situada na rua Dona Geralda, 25, no Centro Histórico, a Casa República.org tem entrada gratuita. As atividades estão sujeitas à lotação. Programe-se!

CASA REPÚBLICA.ORG NA FLIP

Quinta-feira, 24/11
11h — “A vida em Papelópolis”: o biógrafo Humberto Werneck conversa com Paulo Roberto Pires sobre Carlos Drummond de Andrade.
12h30 — Samambaia Filantropias apresenta “Liberdade, expressão e diálogo”: a jornalista Daniela Pinheiro conversa com o criminalista Pierpaolo Bottini, a atriz e ativista Manuela Llerena e o dramaturgo e diretor teatral Pedro Kosovski.

Local: Casa República.org (r. Dona Geralda, 25).

Sexta-feira, 25/11
15h30 — “Notas da repartição”: a escritora e servidora pública Mariana Salomão Carrara conversa com Paulo Werneck.
17h — Samambaia Filantropias apresenta “A gente não quer só dinheiro: o que se espera da futura reforma tributária”: o economista Rodrigo Orair e o tributarista Luiz Gustavo Bichara conversam com Clara Marinho.
19h — “Estado crítico, Estado criativo”: Plínio Fraga conversa com Francisco Gaetani e Larissa Guimarães.

Local: Casa República.org (r. Dona Geralda, 25).

Sábado, 26/11
10h30 — “Anos de vida pública”: o escritor e servidor público Itamar Vieira Junior conversa com Paulo Werneck.
12h30 — “Na hora do expediente”: o biógrafo Ivan Marques conversa com Paulo Roberto Pires sobre João Cabral de Melo Neto.
17h — “Contos da vida burocrática”: a escritora-servidora Paulliny Tort conversa com Plínio Fraga.
19h — “Reconstruindo o Estado no Século 21”: os autores Francisco Gaetani e Miguel Lago conversam com Alessandra Orofino.

Local: Casa República.org (r. Dona Geralda, 25).

Domingo, 27/11
10h — República.org e Folha de S.Paulo apresentam: “Um acontecimento”, conversa entre a vencedora do prêmio Nobel Annie Ernaux e o escritor Geovani Martins, com mediação de Rita Palmeira.

Local: Casa Folha (r. do Comércio, 8).