highlighted:

Notícias

Eu, profissional público negro

Publicado em 20/07/2020 03:12

Nunca foi tão essencial, imprescindível e contemporâneo falar em antirracismo e isso, certamente nos remete a Nelson Mandela, que representa a imagem concreta de luta por justiça em um ambiente de extrema intolerância que vitimou milhões de negros na África do Sul.

A diversidade e a inclusão no ambiente de trabalho têm sido pautas cada vez mais discutidas, principalmente no setor privado. Mais de 50% das grandes empresas e organizações (+1000 funcionários), em todo o mundo, possuem um grupo ou comitê interno de diversidade.

A luta e a vivência da comunidade LGBTQ+ já estão consolidadas e pautadas pela tomada de direitos básicos. E um desses direitos é a oportunidade de ter um trabalho digno que possa proporcionar a liberdade para ser quem se é e causar impacto de forma virtuosa.   Visando aprofundar nessa temática, foram convidados três jovens líderes da comunidade LGBTQ+ que estiveram ou ainda estão atuando na gestão pública, realizando impacto positivo no nosso dia a dia com a implementação de políticas públicas relevantes.

Enfermeira e profissional pública da Secretaria Estadual do Rio de Janeiro conta sobre seu trabalho durante do COVID-19 e, neste Ano Internacional da Enfermagem, pede mais valorização dos profissionais de enfermagem

Com o objetivo de fortalecer a discussão sobre o protagonismo dos profissionais públicos na agenda de inovação governamental a Republica.org, o Instituto Arapyaú e a RAPS - Rede de Ação Política pela Sustentabilidade se juntaram e vão, durante o mês de julho, promover  a série "Capacidades para inovação em governos: ações para o presente e diálogos para o futuro" . A série de conversas virtuais vai conectar profissionais e especialistas nos temas, a fim de fortalecer saberes e práticas para soluções e desafios do setor público.

Para Aline, ser mulher líder na gestão pública é: "buscar força nas mulheres que nos cercam, aprendendo com as mais experientes e inspirando as mais jovens a não desistirem jamais, apesar de todo esforço extra a que somos submetidas, para que possamos atender com a maior dedicação possível, as demandas da sociedade."

Angélica Kely de Abreu é advogada, pesquisadora sobre políticas públicas de igualdade racial, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense e trouxe as perspectivas de ser mulher líder no serviço público

Conheçam Camila Penido, gestora pública e coordenadora de um departamento do Governo Federal. Ainda celebrando o mês da mulher, Camila trouxe, neste artigo, os principais desafios enfrentados por ela, e por boa parte de mulheres líderes dentro do setor público.

Duas datas importantes marcam o mês de março: o Dia Internacional da Mulher e o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial. A profissional pública Monalyza Alves, neste artigo, aborda a situação da mulher negra brasileira no serviço público.

Neste mês de março em que, mundialmente, celebra-se os avanços e conquistas das mulheres, convidamos algumas gestoras públicas brasileiras para responder a seguinte pergunta: Como é ser uma liderança feminina no setor público?

Neste mês de março em que, mundialmente, celebra-se os avanços e conquistas das mulheres, convidamos algumas gestoras públicas brasileiras para responder a seguinte pergunta: Como é ser uma liderança feminina no setor público?

Profissionais públicos do programa de liderança da Prefeitura do Rio, Líderes Cariocas, contam sua relação como moradores e funcionários da cidade.o

Em parceria com a Escola de Gestão e Políticas Públicas (EGPP) se realizará o Ciclo Internacional de Práticas em Gestão Pública, com objetivo principal de investir no desenvolvimento de competências com foco na gestão pública.

No dia 04 de fevereiro será lançada a sensível Pessoas Públicas, websérie com foco nas histórias de profissionais públicos brasileiros.  Em um cenário de desesperanças e estigmas relacionados ao serviço público no Brasil  o diretor, Luís Gustavo Ferraz, conta 12 histórias de profissionais fluminenses inspiradores, que revelam um serviço público para além dos estereótipos.

Campanha debate a questão racial no setor público e realiza fórum com Wania Sat'ana, Nilcemar Nogueira e Diogo Santos

Na semana em que se celebra o Dia Mundial dos Direitos Humanos,  juíza da 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul diz que preciso acabar com a distorção sobre o que são Direitos Humanos

Dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

Hoje, dia 31 de outubro, é o Dia Mundial das Cidades. É no urbano que a maioria da população vive, e a urbanização, ainda em processo acelerado em todo o mundo, é das maiores questões a serem enfrentadas pela população global. 

Hoje é dia das professoras e professores, por isso, resolvemos reconhecer a trajetória fascinante de Pamella Billig Mello. Seu empenho em prol da educação foi reconhecido junto com outros 17 profissionais públicos que transformam positivamente a vida das pessoas em seis diferentes categorias no Prêmio Espírito Público 2019. 

Prêmio Espírito Público 2019 é a premiação nacional mais importante voltada para funcionários públicos que se destacaram em projetos desenvolvidos.

A Lidera Mulher, iniciativa para promoção de igualdade de direitos e oportunidades, realizada por profissionais públicas do município de São Gonçalo no Rio de Janeiro.  

Uma Rede para conectar pessoas

Publicado em 24/09/2019 02:25

Premiação reconhece bons exemplos para inspirar um serviço público acessível, universal e de qualidade

THE GUARDIAN

Publicado em 09/10/2018 05:48

Confira a matéria do Jornal Britânico The Guardian sobre violência doméstica e o programa de reabilitação da polícia civil para homens violentos no Espírito Santo – “Homem que é Homem”, do qual faz parte uma das finalistas do Prêmio Espírito Público, na categoria Segurança Pública, a servidora Gracimeri Gaviorno. Em entrevista para o The Guardian, Gaviorno fala do problema da cultura machista no país e dos diversos avanços que o programa vem obtendo desde sua criação.

content:
afterContent: